“Cidadela da Matola”.



Projecto inacabado em um espaço de 54 hectares cujo seu objetivo era de beneficiar milhares de munícipes da cidade da matola, resultou em abrigo de marginais facto que vem perturbando utentes daquela urbe.


Trata-se de um projecto avaliado em cerca de 220 milhões de dólares, que iria beneficiar milhares de pessoas na região da Matola com a construção de um centro comercial de 46 mil metros quadrados, edifícios para escritórios, uma zona residencial, uma clínica privada e um centro de saúde, um centro desportivo e ginásio, uma zona hoteleira com centro de conferências, zona para vendas e serviços de produtos automóveis, zona de mercado grossista e várias áreas para restaurantes, parques e jardins, para além de um complexo governamental de quatro edifícios com diversos departamentos do Governo da Província de Maputo, e um edifício para o Conselho Municipal no terreno do antigo Centro de Transmissão da Rádio Moçambique, na Cidade da Matola.


O seu plano inicial foi em 2007 denominado “Cidadela da Matola”. E estava a cargo das empresas sul-africanas McCORMICK – Propriedade de Desenvolvimento, PIC – Public Investiment Corporation (detentora de 50% dos centros comerciais na África do Sul), e a empresa moçambicana SFI (consórcio moçambicano constituído por empresas de investimento).


A não execução deste empreendimento resultou na insatisfação dos munícipes daquela localidade. O Moz24horas ouviu alguns residentes.


" Eu acredito que, termos de ajuda a comunidade não tem nada isto aqui a gente só está a ver como quem diz é um investimento para os patrões virem deliciar-se disto aqui, mas aquilo que é a comunidade aqui não está a usufruir em nada. Eu acredito que isto até está mais a convidar marginais, que os tais marginais não porque estão a se fazer de marginais, eles tem consciência de que na verdade estão a viver marginalidade, mas isto tudo porque o governo não está a prestar atenção, dizem que existe o tal empreendedorismo mas nem todos tem a mesma sorte! isso ai é uma coisa que tem que se analisar olhar para este assunto os jovens aqui na matola, o que é que a cidadela esta fazer afinal de contas? pelo menos para os próximos o que é que esta fazer ? eu faço esta pergunta?"


" o que está acontecer aqui de noite, basta dar 18 horas já ninguém passa daquele monumento, para passar aqui tem que ir da cidade da matola para entrar da eletricidade para lá em baixo, porque basta tentar passar daqui os marginais arrancam o celular ou esfaqueiam as vítimas.

Munícipe 3- A noite aqui não se passa, as pessoas são obrigadas a dar a volta, porque aqui está cheio de marginais, não se passa! Devido aos inúmeros assaltos." (Moz24h)

87 visualizações0 comentário