Chang pode estar de malas aviadas para ser julgado nos EUA


De acordo com o portal Sportv24.com, o Ministro da Justiça e Serviços Correcionais da Africa do Sul, decidiu no passado dia 13, a portas fechadas, pela extradição do antigo ministro moçambicano das Finanças, Manuel Chang, para Moçambique.

Depois de analisar os documentos submetidos pelo Departamento de Justiça e Desenvolvimento Constitucional, contendo as decisões do Tribunal Judicial de Kempton Park, segundo as quais, Manuel Chang é extraditável, tanto para Moçambique, quanto para os Estados Unidos da América (EUA) decidiu Ministro sul-africano pela extradição para Moçambique.

Mas também disseque ainda não e tempo de por isso em publico porque e preciso que se tenha o conhecimento dos arguidos transferidos na noite passada que por acaso esta a ser um motivo de desconfiança da parte do povo Moçambicano.

De acordo com o comunicado de imprensa que tivemos acesso, Lamola sustentou a sua decisão com base nas seguintes considerações: A cidadania de Chang, O facto dos alegados crimes terem sido cometidos durante o exercício de um cargo público em Moçambique, o impacto que a alegada fraude tem na dívida do país, o interesse do Estado moçambicano e a seriedade do crime em causa.

Na sua edição o Daily Maverick, cita o porta-voz da embaixada americana em Pretória como tendo dito que a lei Americana permite que Manuel Chang seja julgado primeiro nos Estados Unidos e depois em Moçambique, só que o mesmo não é permitido pela legislação moçambicana.

Fonte: Sportv24.com


36 visualizações

Subscreva a nossa Newsletter

  • facebook

Ficha técnica

Director Editorial: Luís Nhachote (+258 84 4703860)

Editor: Estacios Valoi 

Redaçao: Germano de Sousa, Palmira Zunguze e Nazira Suleimane

Publicidade: Jordão José Cossa (84 53 63 773) email jordaocossa63@gmail.com

 

NUIT: 100045624

Nr. 149 GABIFO/DEPC/2017/ MAPUTO,18 de Outubro  

Endereço Av. Cardeal Don Alexandre dos Santos 56 (em Obras)

© By BEEI