Cabo Delgado: Multinacionais de gás pedem tropas para proteger suas operações


As multinacionais Exxon Mobil e Total pediram ao governo de Filipe Nyusi o envio de mais tropas para proteger as suas operações na província de Cabo Delgado, onde continua a onda de ataques alegadamente atribuídos a radicais islâmicos.

A notícia é avançada pela agência de notícias Reuters que cita uma fonte das empresas e dois consultores de segurança.

A província de Cabo Delgado, abriga uma das maiores reservas de gas do mundo e as duas empresas têm megaprojetos em desenvolvimento.

Um dos consultores de segurança disse à Reuters que na região estão 500 soldados, mas que as multinacionais pediram mais 300 homens.

Contatada a Exxon não comentou o assunto e encaminhou a Reuters ao Ministério da Defesa Nacional que também não comentou a informação.


...Nyusi renova confiança nas Forças Armadas


Entretanto, o presidente de Moçambique, Filipe Nyusi, pediu hoje apoio e confiança nas Forças Armadas para travar a insurgência no Centro e Norte do pais.

Falando em Maputo, por ocasião do Dia dos Heróis, Nyusi disse que vai continuar a perseguição “em todos os cantos” aos que matam, “com vista a responsabilizá-los pelos crimes que cometem contra o Estado moçambicano”.

Quanto aos ataques em Cabo Delgado, Nyusi é citado pelo diário O País a afirmar que “malfeitores financiados por forças internas e externas estão a assassinar as populações e destroem habitações e outras infra-estruturas”. (VOA)

0 visualização

Subscreva a nossa Newsletter

  • facebook

Ficha técnica

Director Editorial: Luís Nhachote (+258 84 4703860)

Editor: Estacios Valoi 

Redaçao: Germano de Sousa, Palmira Zunguze e Nazira Suleimane

Publicidade: Jordão José Cossa (84 53 63 773) email jordaocossa63@gmail.com

 

NUIT: 100045624

Nr. 149 GABIFO/DEPC/2017/ MAPUTO,18 de Outubro  

Endereço Av. Cardeal Don Alexandre dos Santos 56 (em Obras)

© By BEEI