• estaciosvaloi

“Até hoje não sei o que é que Mariano Nhomgo está a reivendicar”


Há dias o líder da autoproclamada Junta Militar da Renamo (JMR) opôs-se a mediação do dialogo pelo Conselho Cristão de Moçambique (CCM) na procura de soluções para as suas revindicações. Na altura Mariano Nhongo, em entrevista a um órgão de informação, referiu estar pronto a negociar com o Governo e não o partido Frelimo

“Eu rejeitei os cristãos (Conselho Cristão de Moçambique) andarem a buscar-me para negociarmos. O que vou negociar com eles se já mandei o documento (carta de reivindicação) ao Governo?”, Questionou Nhongo por telefone.

Para o Presidente da RENAMO, Ossufo Momade, segundo este não sabe o que é que Nhongo esta a revindicar.


O lider da RENAMO, fez estas declarações numa grande entrevista concedida à RTP África onde, de entre outras coisas, falou do caso Mariano Nhongo. O líder da RENAMO diz não perceber qual a razão que levou o general Mariano Nhongo a abandonar as fileiras da segurança da RENAMO em Gorongosa. Segundo Ossufo Momade, Mariano Nhongo abandonou a base sem explicação e foi se instalar num lugar longe das bases dos seguranças da RENAMO.


“Mariano Nhongo abandona a base eu ainda em Gorongosa, quando isso acontece, eu envio uma delegação para falar com ele. Quando ele se apercebe da ida do grupo por mim enviado, ele abandona o local.” Afirmou o Presidente Momade acrescentando que não sabe o que o Nhongo está a reivindicar. “ Tenho ouvido dizer que ele reivindica uma suposta exclusão. Mas não há exclusão porque até agora só temos uma lista de 10 homens que entregamos ao governo, o resto estão nas bases a espera de desmobilização e integração” disse.


Ainda sobre o assunto de Desarmamento, Desmobilização e Reintegração (DDR), o Presidente da RENAMO esclarece na entrevista que, a lista dos 10 homens enviada ao Governo obedeceu alguns requisitos, requisitos esses que o Nhongo não reunia. FDS) não terem ainda detido o Nhongo, Ossufo Momade foi categórico ao afirmar não ser das FDS, daí não ter qualquer explicação sobre a não detenção de Nhongo .


As eleições de 15 de Outubro foram uma farsa

Sobre o processo eleitoral, Ossufo Momade considera que ele é o legítimo Presidente da República de Moçambique, pois, a população depositou o voto para a RENAMO e para Ossufo Momade mas o partido no poder manipulou os resultados em todo o país. Ossufo Momade disse lamentar a posição tardia da comunidade internacional ao reconhecer as grandes irregularidades verificadas no processo eleitoral entretanto sem uma acção de modo a repor a verdade eleitoral.

Perguntado sobre qual seria a decisão da RENAMO face a esses resultados fraudulentos, Momade afirmou que a população que votou na RENAMO é que saberá dizer o que fazer daqui para frente.


Sobre a descentralização

Sobre o pacote da descentralização, o Presidente Ossufo Momade disse que a lei aprovada não vai ao encontro daquilo que era o espírito do acordo entre o malogrado Presidente Afonso Dhlakama e Felipe Nyusi.


“ Não tem sentido algum que o governador eleito tenha menos poderes que o secretário de Estado, uma figura nomeada. Foi tudo manipulado de modo a humilhar os governadores eleitos pela RENAMO” disse, realçando que, sendo uma inquietação da RENAMO e do povo, a RENAMO vai fazer algumas propostas para melhorar a lei esperando a colaboração do partido que detém maioria na Assembleia da República (AR). Convidado a fazer uma auto avaliação da sua liderança na RENAMO, Ossufo Momade disse ser um grande desafio liderar um grande partido como a RENAMO, sendo que substituiu um líder carismático incomparável como era Afonso Dhlakama não é nada fácil. Entretanto, disse estar ciente dos desafios mas firme e seguro no caminho que está a seguir. (Moz24 com RTP)

127 visualizações

Subscreva a nossa Newsletter

  • facebook

Ficha técnica

Director Editorial: Luís Nhachote (+258 84 4703860)

Editor: Estacios Valoi 

Redaçao: Germano de Sousa, Palmira Zunguze e Nazira Suleimane

Publicidade: Jordão José Cossa (84 53 63 773) email jordaocossa63@gmail.com

 

NUIT: 100045624

Nr. 149 GABIFO/DEPC/2017/ MAPUTO,18 de Outubro  

Endereço Av. Cardeal Don Alexandre dos Santos 56 (em Obras)

© By BEEI