Administrador do Ibo ao Moz24h: "“O capitao é o último a abandonar o barco.”



Num gesto raro nos dias correntes, Issa Satar Momade, administrador do IBO, uma região na rota da sevicia dos terroristas, recusa-se a abandonar a região para lugares tidos como seguro.

Issa Momade entende ser “injusto” ser ele, como dirigente, dos primeiros a sair da sede do distrito do Ibo, deixando para trás o seu povo, segundo um portal de comunicadores comunitários de Moçambique, sedeado no Norte do país.

Consta que muito recentemente Issa Satar Momade mandou voltar para a procedência um helicóptero enviado à sede do distrito do Ibo expressamente para resgatá-lo, preferindo que a aeronave regressasse com outros passageiros “anónimos”.

A postura do administrador do Ibo está a animar muitos comentários neste distrito e não só, facto alimentado por se atentar ao momento em que vivemos, caracterizado por enorme falta de líderes à altura, que comungam o nobre princípio de “primeiros nos sacrifícios e últimos nos benefícios”.

Esta opção do administrador do Ibo, por coincidência natural desta terra, tem merecido rasgados elogios de muitos residentes locais, que recordaram a mesma postura de Issa Satar Momade, aquando do ciclone Kenneth, em Abril de 2019, quando se recusou a sair da sede daquela que ele apelida de “Ilha Bem Organizada” (IBO) quando esta foi 90 por cento destruída por aquela intempérie.

Aparentemente Issa Satar Momade é o único dirigente que rejeitou abandonar o local sob sua administração ameaçado pela chamada “insurgência” em Cabo Delgado, que mesmo nos dias mais recentes testemunhou refregas e/ou demonstração de forca em diversos pontos, tais como Maringanha, Wimbi, Inus, Runho, Nambo, Naunde, Chabane Combo, Rueia e Paquite e Lontho (Nunumwana), Mucojo, Pangane, Messano e Muitiur.

O administrador reconfirmou a história atrás narrada pelo Correio da Manhã e em contacto com o Moz24 está manhã reiterou que não vai sair da Ilha do Ibo e abandonar a população

“ O capitao é o ultimo a abandonar o barco.” Mais, “ fui mandado para aqui. Se eu fujo com quem a população vai ficar! Isto também ‘e uma coisa antiga, nunca quis sair daqui.” Frisou Momade."(Moz24h)

321 visualizações0 comentário