Acusados de disseminarem a Covid-19, dois moçambiçanos linchados no Malawi


As autoridades do Malawi afirmam ter sob custódia policial pessoas acusadas de terem morto dois moçambicanos por linchamento por, alegadamente, serem "disseminadores da Covid-19" naquele país vizinho.

Uma das vítimas era um agente da Polícia da República de Moçambique, que estava acompanhado de duas pessoas, tendo uma delas sobrevivido ao ataque.

“Infelizmente, as vítimas pararam a sua viatura numa vila onde a população acredita em boatos e foram linchados”, disse Frank Elias, alto comissário do Malawi em Moçambique, citado pelo canal privado STV.

As autoridades moçambicanas não foram ainda notificadas, mas a ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Verônica Macamo, disse que até onde as autoridades sabem, “foi uma ação popular, numa situação de medo e de preocupação. É uma coisa muito triste”.

A mesma fonte revelou que os três moçambicanos terão parado para descansar antes de seguir o seu destino em direção à Tanzânia quando foram linchados.(Moz24h)

0 visualização

Subscreva a nossa Newsletter

  • facebook

Ficha técnica

Director Editorial: Luís Nhachote (+258 84 4703860)

Editor: Estacios Valoi 

Redaçao: Germano de Sousa, Palmira Zunguze e Nazira Suleimane

Publicidade: Jordão José Cossa (84 53 63 773) email jordaocossa63@gmail.com

 

NUIT: 100045624

Nr. 149 GABIFO/DEPC/2017/ MAPUTO,18 de Outubro  

Endereço Av. Cardeal Don Alexandre dos Santos 56 (em Obras)

© By BEEI