64 imigrantes etíopes ilegais morrem asfixiados num contentor de camião


Ontem 64 imigrantes etíopes foram encotrados sem vida, aparentemente derivada por asfixia no contentor em um camião quando tentavam entrar em Moçambique, vindos do Malawi de forma ilegal, a partir das fronteiras da província de Tete. A ocorrencia é reveladora da fragilidades das nossas fronteiras,

Na sessáo habitual de “brifieng” do governo, o seu porta-voz, Filimão Suazi, disse que o governo moçambicano depois de tomar conta da tragedia, estava em contacto com as autoridades etíopes para dar o desfecho do caso da morte por asfixia dos 64 etíopes e dos sobreviventes interpelados no distrito de Moatize.

“Terão entrado do Malawi e como deverão saber, há procedimentos diplomáticos em curso. Condenamos como governo que continuem a acontecer esta incursão de imigrantes ilegais e queremos garantir que continuamos a trabalhar para fortalecer o nosso controlo nos postos fronteiriços, de modo que no lado moçambicano, tais situações não continuem a ter lugar”, disse Filimão Suazi

As autoridades de saúde apontam que os 14 etíopes sobreviventes serão testados ao novo coronavírus e ficarão em quarenta num centro de isolamento na cidade de Tete (Moz24h)

26 visualizações0 comentário