510 mil viajantes atravessaram fronteiras nacionais durante a quadra festiva


O Fluxo Migratório no período compreendido entre 13 de Dezembro de 2019 a 01 de Janeiro de 2020, teve maior movimento de entradas no país comparativamente as saídas.

Dados do Serviço Nacional de Migração (SENAMI) divulgados quinta-feira passada referem que no periodo em referência foram registados em todos os postos de travessia nacionais um total de 510.520 viajantes, dos quais 296.468 entrados e 214.052 saídos.

Fonte do SENAMI revelou que o número de viajantes que demandaram os postos de travessia nacionais, desde o início da operação, Hoyo-Hoyo a 13 de Dezembro até o primeiro dia de 2010, corresponde a 67% do movimento migratório previsto para a presente quadra festiva (800 mil viajantes).

A fonte deu a conhecer que relativamente ao número total de viajantes entrados, 101.486 são nacionais e 194.982 estrangeiros; e dos saídos 75. 326 são nacionais e 138.726 estrangei-

ros.


Segundo a fonte, o dia do pico do fluxo do movimento migratório foi registado a 21 de Dezembro, onde atravessaram pelos postos de travessia nacionais 45.195 viajantes, dos quais 31.581 entrados e 13.614 saídos.

“No último dia do ano (31 de Dezembro de 2019), o movimento migratório não foi muito intenso, mas verificou-se pressão no movimento de entradas quando comparado ao movi-

mento de saídas, tendo se registado 10. 821 viajantes, dos quais 3.855 nacionais e 6.996 cidadãos estrangeiros, do movimento global de 19.677 viajantes.

Enquanto que no primeiro dia do ano novo (01 de Janeiro de 2020), desde que a operação Hoyo-Hoyo iniciou até a presente data, foi o dia em que o SENAMI registou o menor fluxo

do movimento migratório, com 10.535 viajantes, e a pressão do movimento foi no sentido inverso (movimento de saídas) com registo situado em 5.352 viajantes saídos”.

Do resumo do movimento migratório registado nos postos de traves- sia mais usados durante a Operação Hoyo-Hoyo, salienta-se o de Ressano Garcia que registou 169.432 entradas, 89.706 saídas, totalizando uma demanda de 259.138 (51%). Depois segue o de Machipanda com registo de 41.727 entradas, 33.658 saídas, um total de 76.686 (15%); e de Cuchamano com 23.692 entradas, 19.355 saídas, totalizando 43.047 travessias (8%).

O SENAMI destaca que na última quadra festiva, houve maior flexibilidade no atendimento, o que permitiu o rápido despacho migratório e redução do tempo de espera nas filas (Moz24h)

0 visualização

Subscreva a nossa Newsletter

  • facebook

Ficha técnica

Director Editorial: Luís Nhachote (+258 84 4703860)

Editor: Estacios Valoi 

Redaçao: Germano de Sousa, Palmira Zunguze e Nazira Suleimane

Publicidade: Jordão José Cossa (84 53 63 773) email jordaocossa63@gmail.com

 

NUIT: 100045624

Nr. 149 GABIFO/DEPC/2017/ MAPUTO,18 de Outubro  

Endereço Av. Cardeal Don Alexandre dos Santos 56 (em Obras)

© By BEEI