África do Sul: emitido mandado de detenção contra Jacob Zuma


Na África do Sul, o tribunal de Pietermaritzburg emitiu um mandado de captura contra o ex-Presidente Jacob Zuma, com efeito diferido. Depois de o antigo presidente sul-africano não ter comparecido, esta terça-feira, à barra do tribunal, onde devia começar a ser julgado por corrupção, a juíza Dhaya Pillay optou por emitir um mandado de prisão suspensa com efeito a partir de 6 de Maio.

O ex-presidente sul-africano, Jacob Zuma, corre o risco de ser preso se não comparecer ao tribunal quando o seu julgamento por corrupção for retomado a 6 de Maio.

O Tribunal Superior de Pietermaritzburg emitiu nesta terça-feira um mandado de prisão, mas suspendeu-o até à sua próxima aparição no tribunal, ou seja, a 6 de Maio. O mandado foi emitido após a Procuradoria o ter solicitado.

A juíza Dhaya Pillay disse que os advogados não haviam fornecido "provas fiáveis e, sendo assim, um mandado de prisão para o acusado seria emitido."

Zuma foi notificado com antecedência, em meados de Janeiro, de que são necessárias provas sólidas para justificar a ausência do tribunal e, sem essas provas, o tribunal não pode fazer outra coisa senão emitir um mandado de prisão.

O ex-chefe de Estado é acusado de receber subornos do fabricante de armas francês Thales através do seu antigo conselheiro financeiro Schabir Shaik, que foi condenado por fraude e corrupção em 2005.

Zuma nega as acusações de corrupção, lavagens de dinheiro e extorsão relacionadas com o controverso negócio de armas na África do Sul em 1999. (RFI)

0 visualização

Subscreva a nossa Newsletter

  • facebook

Ficha técnica

Director Editorial: Luís Nhachote (+258 84 4703860)

Editor: Estacios Valoi 

Redaçao: Germano de Sousa, Palmira Zunguze e Nazira Suleimane

Publicidade: Jordão José Cossa (84 53 63 773) email jordaocossa63@gmail.com

 

NUIT: 100045624

Nr. 149 GABIFO/DEPC/2017/ MAPUTO,18 de Outubro  

Endereço Av. Cardeal Don Alexandre dos Santos 56 (em Obras)

© By BEEI